MATO GROSSO, 13 de Junho de 2024

cotações: DÓLAR (COM) 5,41 / EURO 5,84 / LIBRA 6,92

variedades Sexta-feira, 21 de Maio de 2021, 15:00 - A | A

Sexta-feira, 21 de Maio de 2021, 15h:00 - A | A

LETRA DE MÚSICA

"Minha Última Música": veja letra do último lançamento de MC Kevin

Uol

Reprodução

MC. KEVIN.jpg

 

'Minha Última Música' é o single mais recente da carreira de MC Kevin. O funkeiro morreu no último domingo (16) aos 23 anos após cair do 5º andar de um hotel no Rio de Janeiro. O hit foi lançado em abril pelo cantor em uma parceria com DJ Luan MPC & DJ Glenner. A música conta com 169 mil reproduções no Spotify e o clipe acumula 5,8 milhões de visualizações no YouTube.

Em "Minha Última Música", Kevin falou sobre a opção de trocar o crime pelos palcos e destacou o desejo "dar um tempo" da música para refletir sobre a vida. Após a morte do artista, está previsto o lançamento do single "Passado e Presente" para a próxima sexta-feira (21).  

Confira a letra de "Minha Última Música"

Eu tô vivendo e vendo uma sombra do meu lado

Aquele que te inveja, aquele que não acompanha os meus passos

Larguei o crime, bom samaro, inteligente

Que vê o melhor da vida sempre andando pra frente

Já que MC é criminoso vou assassinar sua mente

Vou roubar seu coração.  

 

Pego o meu oitão que eu chamo de microfone

Encho de ideia a palavra é a munição

Vou colocar meu colete da Lacoste pra me proteger de toda inveja, de todo P-E

Vou montar uma quadrilha só com MC pesado

Pode ter certeza que o assalto vai ser sucesso

Vamo invadir sua carga pelo Whats, pela tela

Pode ser? ou até falando mal

Eu sei que quem bota a preta aqui é fã

Então vai passar a grana baixa o ritmo da tua conta  

 

Meu brilho tá brilhando mais que sua sirene

O meu carro tá correndo mais que o carro da

Falar que o funk é crime pro governo é concorrente

Saber que o sonho do filho dele é ser um da gente

Meu brilho tá brilhando mais que sua sirene

O meu carro tá correndo mais que o carro da

Falar que o funk é crime pro governo é concorrente

Saber que o sonho do filho dele é ser um da gente

 

Então manda a minha cota pra cá

Que eu tô cansado de P-E, que eu tô cansado de cantar

Vou dar um tempo

Eu posso parar

Depois eu volto pro funk

Joga o tapete vermelho pra mim passar

Eu vou ficar um tempo distante, paz

Na minha vida que eu tô cansado de inveja

Eu vou aproveitar pra gastar meus milhão bem longe

Tô só pedindo um tempo pra minha vida repensar

É hora do descanso do gigante  

 

É que a liberdade, tá foda a realidade

Vê que o mundo tá acabando, não tá com Bolsonaro

Cadê sua dignidade, velho soldado covarde, que não foi sujeito homem

E muito menos foi de verdade

É que a liberdade, tá foda a realidade

Vê que o mundo tá acabando, não tá com Bolsonaro

Cadê sua dignidade, velho soldado covarde

Que não foi sujeito homem

E muito menos foi de verdade  

 

É que a liberdade, tá foda a realidade

Vê que o mundo tá acabando, não tá com Bolsonaro

Cadê sua dignidade, velho soldado covarde, que não foi sujeito homem

E muito menos foi de verdade  

 

É que a liberdade, tá foda a realidade

Vê que o mundo tá acabando, não tá com Bolsonaro

Cadê sua dignidade, velho soldado covarde

Que não foi sujeito homem

E muito menos foi de verdade

Meu brilho tá brilhando mais que sua sirene

O meu carro tá correndo mais que o carro da

Falar que o funk é crime pro governo é concorrente

Saber que o sonho do filho dele é ser um da gente

Certeza que o sonho do seu filho é ser um da gente Igual, igualzinho

 

Nossas notícias em primeira mão para você! Link do grupo MIDIA HOJE: WHATSAPP



Comente esta notícia