MATO GROSSO, 20 de Junho de 2024

cotações: DÓLAR (COM) 5,44 / EURO 5,85 / LIBRA 6,92

x da questão Segunda-feira, 10 de Maio de 2021, 18:58 - A | A

Segunda-feira, 10 de Maio de 2021, 18h:58 - A | A

100 MIL POR DIA

Bolsonaro diz que prefeito de Sinop fez lobby para que Governo não fizesse a ponte no rio madeira

Página 12

 

Fotos e Vídeo: Arquivos/Rede Social

 Roberto Dorner, atual prefeito de Sinop

 

O prefeito de Sinop(500 KM de Cuiabá), Roberto Dorner (Republicanos), 73 anos, foi duramente ‘atacado’ – no último final de semana – pelo presidente da República, Jair Bolsonaro (sem partido), durante live na rede social.

 Sem citar nominalmente o prefeito, Bolsonaro afirmou que o proprietário da balsa de travessia no rio madeira, entre os estados de Rondônia e Acre, fez lobby para não sair a ponte. “A conclusão da ponte estava parada há mais de dez anos e eles ganhavam 100 mil reais por dia na travessia dos veículos. Olha o poder de lobby desses caras”, disse o presidente na live.

 Catarinense da pequena cidade serrana de Bom Retiro, com apenas 9.000 habitantes, Dorner era o proprietário da balsa por 33 anos e que fazia a travessia por 24 horas de veículos leves, caminhões, ônibus e motocicletas no rio madeira.

 O prefeito mato-grossense possuía ainda outras três outorgas de autorização concedidas pela Agência Nacional de Transportes Aquaviários (Antaq), ligada ao Ministério dos Transportes do governo federal para explorar serviço de transporte de passageiros, veículos e cargas na navegação de travessia em três rodovias federais na Bacia Amazônica.

 A outorga sobre o rio madeira era a mais lucrativa do prefeito, que é agricultor, pecuarista e ainda empresários do setor de Comunicação.

 Ele é proprietário da TV Rondon em Cuiabá, afiliada do Sistema Brasileiro de Televisão(STB) e também de uma emissora na cidade de Sinop, onde ele foi eleito prefeito em 2018.

 Na região do Distrito de Abunã, no estado de RondôniaDorner é agricultor e pecuarista.

 A região fica apenas 280 quilômetros da cidade de Rio Branco, capital do estado do Acre, e que é passagem obrigatória para os veículos e que liga as demais regiões do País ao extremo-oeste brasileiro.

 Há 33 anos, três balsas operavam dia e noite na confluência dos rios Madeira e Abunã, onde o faturamento médio de Roberto Dorner, era avaliado em R$ 100 mil por dia ou R$ 360 milhões por ano.

 O prefeito opera ainda na cidade de Humaitá (BR-230), no estado Amazonas, na travessia de balsas.

 Até 1988, o transporte de passageiros, veículos e cargas no local era de responsabilidade do Exército e era gratuito, mas, por uma decisão política foi repassada a inciativa privada.

 Dorner já foi Deputado Federal por Mato Grosso e também presidente do Sindicato Marítimo de Rondônia. O prefeito é proprietário ainda das empresas Amazônia Navegações Ltda., e a Rodonave Navegações Ltda, em outro trecho da Transamazônica, sobre o Rio Tapajós, nos municípios de Itaituba Mirituba, ambos no estado do Pará.

 A tabela de tarifas para travessia no distrito de Abunã isentava apenas pedestres e ciclistas e transportava cerca de 2 mil veículos ao dia.

 Os valores variavam, antes da inauguração da ponte, ocorrida na último dia sexta feira, 07/05, em R$ 5,80 (animais) a R$ 149,00 (carreta tremião de nove eixos, carregada). A travessia de cada automóvel pequeno custa R$ 20,00 e dos ônibus R$ 70,00. A ponte inaugurada, cujo valor foi estimado em R$ 500 milhões, tem mais de um quilômetro de extensão.

CONFIRA A FALA DO PRESIDENTE:

Nossas notícias em primeira mão para você! Link do grupo MIDIA HOJE: WHATSAPP

Vídeo



Comente esta notícia