MATO GROSSO, 21 de Junho de 2024

cotações: DÓLAR (COM) 5,46 / EURO 5,85 / LIBRA 6,91

x da questão Quinta-feira, 13 de Maio de 2021, 20:19 - A | A

Quinta-feira, 13 de Maio de 2021, 20h:19 - A | A

LUTO

Márcia Caetano, jornalista cuiabana, morre de Covid-19 duas semanas depois da filha

Hipernotícias

 

Morreu a jornalista cuiabana Márcia Caetano de Covid-19, na noite desta quinta-feira (13), em Campo Grande (MS). Márcia havia perdido a filha para a doença há duas semanas. Isabel Moura estava grávida de 33 semanas quando teve que realizar um parto de emergência. A bebê, neta de Márcia, sobreviveu, mas não conhecerá a mãe e a avó. 

Segundo informações de amigos da família, Márcia foi internada logo depois da filha, Isabel, que deu entrada no hospital no dia 13 de abril. Inicialmente, Márcia foi tratada em um leito clínico, com auxílio de oxigênio. Entretanto, teve uma piora e foi encaminhada à Unidade de Terapia Intensiva (UTI). 

Ela estava em Campo Grande para auxiliar no parto da filha, grávida pela terceira vez. Intubada, Márcia não chegou a saber da morte de Isabel ou do nascimento da neta. Ainda conforme os amigos da família, a bebê se recupera bem. 

Parlamentares da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, onde a jornalista atou profissionalmente, lamentaram a morte da profissional. 

"Nesse momento de dor, nos solidarizamos com os familiares, amigos e com todos os admiradores dessa profissiona incrível e que dedicou mais de 30 anos de sua vida à arte informar e noticiar, sempre com postura ética e responsável", escreveu o deputado Antônio Vaz (Republicanos).

"Respeitada por todos os colegas, foi uma grande profissional em sua passagem em Mato Grosso do Sul. Manifestamos nossos sentimentos a todos os familiares e amigos", destacou o vereador de Campo Grande, Gilmar da Cruz (Republicanos). 

 

Nossas notícias em primeira mão para você! Link do grupo MIDIA HOJE: WHATSAPP



Comente esta notícia