MATO GROSSO, 21 de Junho de 2024

cotações: DÓLAR (COM) 5,46 / EURO 5,85 / LIBRA 6,91

x da questão Terça-feira, 04 de Junho de 2024, 12:26 - A | A

Terça-feira, 04 de Junho de 2024, 12h:26 - A | A

ELEIÇÃO EM VG

Kalil alcança 58% das intenções de voto em VG; Flávia Moretti tem 13,5%

Assessoria

 

1

 

 

Se as eleições fossem hoje o prefeito de Várzea Grande Kalil Baracat (MDB) estaria reeleito. É o que aponta a pesquisa do Instituto Mais, encomendada pelo site VG Notícias, na qual o emedebista lidera o levantamento com 58,8% das intenções de voto em um dos cenários apresentados. O prefeito também é o mais lembrado na modalidade espontânea, em que nenhum nome é apresentado ao eleitor.

 

O estudo apresenta pesquisa com dados relacionados à gestão e ao cenário político deste ano. Na modalidade estimulada, na qual os entrevistados são apresentados aos nomes dos possíveis candidatos, o prefeito Kalil se mantém a frente de forma isolada, nos cenários com os possíveis candidatos da oposição. No primeiro cenário, Kalil Baracat aparece com 58,8%, contra 13,5% de Flávia Moretti (PL). Quando o possível adversário é o empresário Tião da Zaeli, a diferença é ampliada, neste cenário, Kalil apresenta 58,3% das intenções de votos, e Tião 9,8%.

 

Na modalidade espontânea, o prefeito é citado por 30,3% dos entrevistados como o candidato em quem votariam se a eleição fosse hoje, seguido pela advogada Flávia Moretti (PL), que tem 2,8% das citações.

 

A pesquisa foi realizada neste final de semana (1 e 2 de junho), sob o número do registro no TSE: MT-05319/2024. Este levantamento mostrou uma evolução na intenção de voto para o prefeito, tanto na modalidade espontânea quanto na estimulada, em comparação com a pesquisa realizada pelo mesmo instituto em março deste ano.

 

No levantamento anterior, Kalil tinha 21,7% na modalidade espontânea, agora chega a 30,3%. Na modalidade estimulada, Kalil tinha 48,8% no levantamento anterior, agora possui 58,8%.

 

 

Nossas notícias em primeira mão para você! Link do grupo MIDIA HOJE: WHATSAPP



Comente esta notícia