MATO GROSSO, 21 de Junho de 2024

cotações: DÓLAR (COM) 5,46 / EURO 5,85 / LIBRA 6,91

Vitrine do Conhecimento Domingo, 09 de Junho de 2024, 06:00 - A | A

Domingo, 09 de Junho de 2024, 06h:00 - A | A

ESPIÃO

Novo radar inteligente multa a 100m de distância; saiba mais

Redação

 

 

Reprodução

1

 

 

Conhecido como doppler, um novo tipo de radar inteligente tem tomado conta das rodovias do Brasil.

 

Recentemente, esse equipamento foi homologado pelo Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) e certificado pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran).

 

Em resumo, os novos radares Doppler possuem sensores e câmeras especiais, capazes de captar infrações de trânsito mais rapidamente e com maior precisão.

 

Para se ter uma ideia, infrações como trafegar em velocidade acima da permitida, conversões proibidas, avanços de sinais vermelhos e uso de celular ao volante podem ser captados, em média, a 100 metros de distância por esses novos equipamentos.

 

Os novos radares também são anatomicamente mais versáteis do que os antigos “pardais”, podendo ser instalados em estruturas já presentes nas rodovias. Isso acaba reduzindo os custos de instalação e os transtornos.

 

Inicialmente, testes com os radares doppler foram feitos nos estados de São Paulo e Paraná ao longo de 2023.

 

Atualmente, cerca de 24 estados já contam com 730 equipamentos desse tipo espalhados por diversos trechos de estradas estaduais e federais.

 

 

Como a tecnologia do novo radar funciona?

 

Além das já óbvias câmeras de monitoramento e sensores de proximidade, os radares doppler emitem ondas eletromagnéticas de fluxo contínuo que funcionam mais ou menos como os sonares oceânicos.

 

Essas ondas circulam em direção aos veículos e voltam com vibrações que “denunciam” movimentos irregulares dos carros, ajudando os radares a entender as infrações de forma precisa.

 

Por tudo isso, a atuação dos radares doppler está sendo vista por especialistas como o futuro da fiscalização eletrônica de rodovias.

 

*Via Escola Educação

 

 

 

 

Nossas notícias em primeira mão para você! Link do grupo MIDIA HOJE: WHATSAPP



Comente esta notícia