MATO GROSSO, 13 de Junho de 2024

cotações: DÓLAR (COM) 5,41 / EURO 5,84 / LIBRA 6,92

opinião Quinta-feira, 10 de Junho de 2021, 12:42 - A | A

Quinta-feira, 10 de Junho de 2021, 12h:42 - A | A

ENCONTROS E FUGAS

Crônica do Amor e da Vida

*DULCE LÁBIO

 

Não sei precisar quando tudo começou. 

No início foi apenas um olhar, velado, mas intenso: "quero você"...

Assustada com o atrevimento daquela mensagem, senti de imediato a necessidade de uma blindagem. 

Logo percebi que a simples recusa não me deixaria livre, e que deveria estar preparada, física e emocionalmente, para uma grande batalha.

Armagedon. Nesse encontro só um de nós sobreviveria. 

E teve início a luta entre o sim e o não. 

Encontros e fugas. 

O amor é bom quando não machuca o coração, quando nos traz a calma e não o medo

Ele não se afastava dos meus olhos e da minha mente, por mais que evitasse, ele estava sempre diante de mim. 

Sim, nesse encontro um de nós não sobreviveria. 

O amor é bom quando não machuca o coração, quando nos traz a calma e não o medo. É bom quando não é proibido, para não ser dividido com a angústia e a culpa pelo pecado da fraqueza. 

O amor é bom quando não destrói. 

E aconteceu. 

Uma brecha em minha armadura, e ele entrou. 

Sua força se apossou dos meus sentidos, cheiros e sabores, flores e perfumes, tudo se perdeu no medo que dominou minha mente. 

Medo da escravidão. 

Medo de perecer, e perecerem em minha alma todos e tudo que sempre amei. 

Imagens de uma vida iam e vinham lentamente, e essas lembranças levitaram meu corpo acima do perigo devastador. 

Perigo de morte. 

Morte repentina. 

Há coisas que precisam morrer. Outras precisam matar. 

Lutei, a morte tem limites. Lutei sem limites. 

E fui escrever a crônica da vida. 

Na página em branco, rabiscos do encontro do visível com o invisível vírus derrotado, Covid. 

1

 

 

*Dulce Lábio

Nossas notícias em primeira mão para você! Link do grupo MIDIA HOJE: WHATSAPP



Comente esta notícia