23 de Julho de 2024

cotações: DÓLAR (COM) 5,57 / EURO 6,07 / LIBRA 7,20

geral Segunda-feira, 21 de Junho de 2021, 07:00 - A | A

Segunda-feira, 21 de Junho de 2021, 07h:00 - A | A

AVISO DADO

'Nossa paciência acabou', diz primeiro-ministro de Israel em mensagem ao Hamas

Sputniknews

@Reuters/Ronen Zvulun

 

No domingo (20), em cerimônia em memória das vítimas da Operação Margem Protetora de 2014 em Gaza, o primeiro-ministro israelense, Naftali Bennett, enviou uma mensagem ao Hamas em seu discurso, no qual também fez referência aos recentes ataques de "balões incendiários" a partir da Faixa de Gaza para o território israelense na sexta-feria (18).

"Nossos inimigos conhecerão as regras: não sofreremos violência e um lento gotejamento [de foguetes]. Nossa paciência acabou", disse Bennett, segundo o The Times of Israel.

"Os residentes da periferia de Gaza não são cidadãos de segunda classe. Aqueles que vivem em Sderot, Ashkelon e Kfar Aza merecem viver em paz e segurança", acrescentou Bennett relembrando os ataques.

 

Crianças palestinas brincam dentro de carro destruído durante conflito entre o Hamas e Israel, em Beit Hanun, Faixa de Gaza, 7 de junho de 2021
© AFP 2021 / MAHMUD HAMS
Crianças palestinas brincam dentro de carro destruído durante conflito entre o Hamas e Israel, em Beit Hanun, Faixa de Gaza, 7 de junho de 2021

 

Ele enfatizou ainda que não quer prejudicar os civis da região garantindo que a rivalidade de Israel ."Não é com o povo de Gaza".

"Não temos intenção de prejudicar aqueles que não se levantaram contra nós para nos matar. Não odiamos aqueles mantidos como reféns por uma organização terrorista cruel e violenta", esclareceu o primeiro-ministro.

Na sexta-feira (18), Forças de Defesa de Israel (FDI) publicaram um vídeo de ataques aéreos realizados contra alvos na Faixa de Gaza. Segundo o Exército de Israel, a investida aérea foi conduzida em resposta ao lançamento contínuo de "balões incendiários" a partir da Faixa de Gaza para o território israelense, tendo como alvo complexos militares do movimento Hamas e um local de lançamento de foguetes.

 

Fumaça e chamas após ataques aéreos israelenses contra Faixa de Gaza, 17 de junho de 2021
© REUTERS / MOHAMMED SALEM
Fumaça e chamas após ataques aéreos israelenses contra Faixa de Gaza, 17 de junho de 2021

 

Os conflitos na região estão mais intensos desde o final de abril, quando militares israelenses detectaram projéteis lançados contra seu território por três noites consecutivas e, segundo eles, agiram em resposta atacando posições do Hamas. Centenas de feridos já foram contabilizados desde então.

Nossas notícias em primeira mão para você! Link do grupo MIDIA HOJE: WHATSAPP



Comente esta notícia