23 de Julho de 2024

cotações: DÓLAR (COM) 5,57 / EURO 6,07 / LIBRA 7,20

geral Domingo, 06 de Junho de 2021, 15:49 - A | A

Domingo, 06 de Junho de 2021, 15h:49 - A | A

DIA DO MEIO AMBIENTE/ HOMENAGEM

No dia do Meio Ambiente, Secretaria Municipal da Mulher participa de plantio de árvores em homenagem às vítimas da Covid-19

Assessoria

Reprodução

41a832d78f069fc4c1bb16908ee7705b.jpg

 

Em comemoração ao Dia Mundial do Meio Ambiente, celebrado no último sábado (5), a Secretaria Municipal da Mulher, participou do projeto “Ação pela vida” com o plantio de ipês-amarelos no estacionamento do Hospital Municipal de Cuiabá (HMC) em homenagem aos profissionais de saúde e vítimas da Covid-19.

De acordo com a secretária da pasta da Mulher, Luciana Zamproni, é de grande importância participar de um evento que destaca o plantio de árvores e tem um significado ainda maior dentro de um hospital público onde se encontram pacientes lutando pela vida.

“Fiquei muito feliz pelo convite, realizamos o projeto “Plante amor, salve vidas”, onde distribuímos mudas para conscientizar a sociedade a salvar vidas, denunciando casos de violência contra a mulher. Quando fui convidada para estar presente neste evento pensei em diversas vidas que se foram vítimas da Covid e de todos os profissionais da saúde que tem trabalhado incansavelmente”, afirma.

O plantio das árvores foi uma iniciativa da Associação de Mulheres de Negócios e Profissionais-BPW Cuiabá, através de sua diretoria executiva e de suas comissões do Meio Ambiente e de Saúde, com engajamento de suas associadas, que prestaram homenagens aos profissionais de saúde e vítimas da Covid 19, através do projeto "Ação pela vida" iniciativa conjunta da BPW Brasil, BPW Canadá e BPW Estados Unidos.

Segundo a fundadora da BPW Cuiabá, Sueli Batista, há anos a organização realiza plantios de árvores tendo bosques de ipês pelos parques da cidade através de um outro projeto de sustentabilidade o Árvore é vida e que a árvore plantada por ela levou o nome de Almerinda Felipe dos Santos, nome da mãe que foi vítima fatal  da Covid 19.

Para a primeira-dama, Márcia Pinheiro, unir o meio ambiente e a pandemia é uma forma de alertar para outro ponto: as consequências da degradação do meio ambiente." A união destas duas pautas pode ajudar a proporcionar um espaço de reflexão e memória para lidar com a saudade e a dor da perda. É um momento de renascimento para aqueles que conseguiram vencer a doença e força para aqueles que perderam alguém”, explica.

Nossas notícias em primeira mão para você! Link do grupo MIDIA HOJE: WHATSAPP



Comente esta notícia