MATO GROSSO, 21 de Junho de 2024

cotações: DÓLAR (COM) 5,46 / EURO 5,85 / LIBRA 6,91

geral Quinta-feira, 18 de Março de 2021, 15:03 - A | A

Quinta-feira, 18 de Março de 2021, 15h:03 - A | A

POXORÉU

Homem produzia armas em casa e dizia se preparar para entrar “no mundo do crime”

Alecy Alves

FOTO PM MT

 

No Jardim Popular, em Poxoréu (251 km de Cuiabá), policiais do 1º Pelotão de Polícia Militar prenderam na manhã de hoje (18.03) um homem de 23 anos e com dele, em sua casa, apreenderam três armas de fogo de fabricação artesanal, sendo duas espingardas e uma pistola, além de duas munições intactas e 40 munições deflagradas.

No local, uma espécie de mini oficial de produção de armas e treinamento de tiros, os policiais encontraram moldes de armas, furadeira, máscara facial especial para manuseio com solda, máquinas de solda, discos de policorte (serve para cortar ferro, alumínio, entre outros), canos de ferro, entre outros produtos.

Os policiais também perceberam que no fogão havia perfurações de tiros, que seriam o resultado dos treinamentos de tiro ao alvo do suspeito.

A PM chegou à residência depois de uma denúncia anônima de pessoas que ouviram disparos de armas de fogo na residência do suspeito.

No local, a mãe do suspeito disse que o filho sofre de transtorno mental e ainda confessou aos policiais que tem medo de conviver com o filho. Ele teria ameaçado de morte o irmão mais novo.

Já aos policiais, ao ser preso e indagado sobre a destinação do armamento que produzia em casa, ele disse que estava se preparando para ingressar no “mundo da criminalidade”.  

O homem e todo o material apreendido foram entregues na Delegacia da Polícia Judiciária Civil para demais medidas legais.

Serviço

A sociedade pode contribuir com as ações da Polícia Militar de qualquer cidade do Estado, pelo 190 ou, sem precisar se identificar, por meio do disque – denúncia 08000.65.3939. Nesse número sem custo de ligação, qualquer cidadão por informar situações suspeitas ou crimes.

Nossas notícias em primeira mão para você! Link do grupo MIDIA HOJE: WHATSAPP



Comente esta notícia