23 de Julho de 2024

cotações: DÓLAR (COM) 5,57 / EURO 6,07 / LIBRA 7,20

geral Terça-feira, 23 de Março de 2021, 18:22 - A | A

Terça-feira, 23 de Março de 2021, 18h:22 - A | A

VACINA PARA A POLÍCIA

Depois de protestos, Mauro Mendes quer policiais em grupo prioritário de vacinação

Redação

 

O governador Mauro Mendes está articulando junto ao Ministério da Saúde a inclusão de todos os profissionais da segurança pública no grupo prioritário de vacinação contra a Covid-19.

Caso o pleito não seja atendido, uma resolução da Comissão Intergestores Bipartite (CIB-MT) deverá incluir profissionais das Polícias Militar, Civil e Penal nos grupos a serem imunizados contra o novo coronavírus.

“Porque acho justo e legítimo que todos os profissionais da segurança pública recebam a vacina. São eles que também estão na linha de frente todos os dias cuidando da população e dando combate às aglomerações e a imunização é necessária para que continuem prestando serviço à sociedade mato-grossense”, afirmou o governador.

Até o momento, Mato Grosso já recebeu 334.360 doses de imunizantes contra a Covid-19. Parte das vacinas foi utilizada para imunizar os profissionais da saúde de unidades estaduais e o restante foi distribuído aos 141 municípios, conforme acordado pela CIB.

Protesto

Na semana passada, policiais civis, militares e do Sistema Socioeducativo de Mato Grosso foram às ruas de Cuiabá protestar contra a demora  na vacinação dos agentes que atuam na linha de frente de combate à pandemia da Covid-19. Em carreata, eles também denunciaram a política de desvalorização do serviço público.

 

*Com assessoria

Nossas notícias em primeira mão para você! Link do grupo MIDIA HOJE: WHATSAPP



Comente esta notícia