MATO GROSSO, 21 de Junho de 2024

cotações: DÓLAR (COM) 5,46 / EURO 5,85 / LIBRA 6,91

variedades Quinta-feira, 18 de Março de 2021, 10:05 - A | A

Quinta-feira, 18 de Março de 2021, 10h:05 - A | A

AUTOCURA

Psicóloga americana ensina a conquistar autocura e bem-estar emocional

Metrópolis

reprodução

1

 

O termo holístico é um adjetivo atribuído a quem procura entender os fenômenos e acontecimentos em sua totalidade, ou seja, de forma integral. Criado por Christiaan Smuts, em 1926, o conceito pode ser aplicado em diferentes vertentes do conhecimento, como psicologia, medicina, física, entre outros.

O estudo sobre os estados e processos mentais, o comportamento do ser humano e suas interações com um ambiente físico e social deve ser feito sob abordagem holística. Assim acredita Nicole LePera, psicóloga nascida e criada na Filadélfia, Pensilvânia (EUA). Seu grande propósito é ensinar ao maior número de pessoas possível como criar sua própria jornada de cura.

Desde sempre fascinada pela mente e pelo comportamento humano, durante sua fase de capacitação, Nicole percebeu falhas no sistema de educação em saúde mental, sendo a principal delas a dissociação entre mente e corpo. E aí entra a psicologia holística. “Fui treinada para que tudo o que as pessoas podem fazer é basicamente controlar os sintomas. Eu gostaria de ter aprendido mais sobre trauma, epigenética e a importância da percepção consciente. Essas são coisas que ensino todos os dias agora, porque levam a uma cura imensa”, disse à Forbes, no início de 2020. À época, ela também lutava contra a ansiedade.

Saúde mental no século 21

De acordo com a psicóloga, existem muitos profissionais de saúde mental disponíveis, entretanto, o número de pessoas que precisam de acompanhamento com esses profissionais também vem crescendo. Ela, portanto, vê a internet como grande aliada. “Não é nenhum segredo que a terapia é cara e fora do alcance de muitas pessoas. Claro, a mídia social não é um substituto para a terapia, mas dá às pessoas ferramentas tangíveis para criar mudanças profundas em suas vidas”, afirmou ao veículo.

Nicole LePera acredita no poder do Instagram e do YouTube para cumprir seu propósito. Na entrevista, ela revelou que gasta muito tempo conectada às redes sociais para responder comentários e questionamentos. “Os terapeutas estão criando um conteúdo incrível todos os dias. Nunca na história as pessoas tiveram acesso gratuito a um conteúdo tão valioso que pode realmente ajudá-las a se curar de coisas das quais eles nem sabiam que precisavam se curar ”, falou a expert, que acumula mais de 3,5 milhões de seguidores no Instagram, os quais ela se refere como “self healers”, que significa “autocuradores”, em português. Detalhe: Jennifer Aniston é uma dessas pessoas.

Em busca da raiz do problema

Um dos tópicos mais difundidos pela visionária é que o trauma está na raiz de nossa crise de saúde mental. “…Estamos começando a falar sobre coisas como a teoria polivagal [afirmações evolutivas, neurocientíficas e psicológicas relativas ao papel do nervo vago na regulação da emoção, conexão social e resposta ao medo] para entender como o trauma afeta o corpo e todo o sistema nervoso. Muitos de nós vivemos em corpos que nos mantêm presos a estados de doença, e nem mesmo temos consciência deles”, frisou à Forbes.

@the.holistic.psychologist/Instagram/ReproduçãoNicole LePera
Nicole LePera

 

“Nossos sintomas são mensageiros poderosos do corpo tentando chamar a nossa atenção”, acrescentou.

 

Autocura

Autora do livro How To Do The Work (Como Fazer o Trabalho, em português), LePera também contou à Forbes que já viu muitas vezes a cura radical de pessoas que disseram que não havia esperança. “Há esperança para todos os que se comprometem com sua cura. Precisamos de mais praticantes falando esta verdade”, declarou.

“Precisamos ser participantes ativos em nossa própria cura” Nicole LePera

A escritora também lidera uma comunidade privada chamada SelfHealers Circle (Círculo de Autocuradores), na qual ensina a ler livros, mergulhar para dentro de si, curar o trauma da criança interior, meditar, fazer pequenas promessas e cumpri-las, trabalhar a respiração, praticar a auto-honestidade radical, entre outras lições.

“Para curar, precisamos tratar do corpo, trazendo-o de volta à homeostase”, defende LePera.

 

Confira 3 etapas para alcançar o bem-estar emocional, por Nicole LePera:

 
@the.holistic.psychologist/Instagram/ReproduçãoNicole LePera
Nicole LePera
 

1 – Entrar na consciência

LePera acredita que muitos dos padrões negativos que rondam nossas vidas são de comportamentos aprendidos de pessoas que cuidaram de nós em nossa infância. Como vieram de tão longe, eles se tornaram uma parte arraigada no nosso cotidiano, logo, precisamos entrar na consciência se quisermos nos adaptar.

“Estamos repetindo incessantemente um passado, desde como agimos, o que pensamos e, portanto, como nos sentimos e não vivemos com consciência. Dessa forma, a base, na minha opinião, na minha prática e na minha própria jornada de cura, é desenvolver essa consciência: essa capacidade de ver esse padrão e, com o tempo, começar a ativar novas escolhas”, disse ao site Maria Menounos.

 

2 – Pratique auto-observação

Após o despertar para a nova consciência, a psicóloga recomenda a auto-observação, que, segundo ela, é uma chance de “nos observarmos e de observar nossos hábitos”.

 

3 – Faça escolhas de vida intencionais

A especialista ensina que o terceiro passo, agora, é abandonar os velhos hábitos de vida para fazer novas escolhas. Essas decisões podem ser feitas baseadas no passado e são capazes de nos ajudar a evitar o estresse, dano ou espirais de pensamento negativo.

Nossas notícias em primeira mão para você! Link do grupo MIDIA HOJE: WHATSAPP



Comente esta notícia