MATO GROSSO, 17 de Junho de 2024

cotações: DÓLAR (COM) 5,38 / EURO 5,76 / LIBRA 6,82

geral Sábado, 19 de Junho de 2021, 13:47 - A | A

Sábado, 19 de Junho de 2021, 13h:47 - A | A

BUSCAS CONTINUAM

“Continua num plano ensandecido de fuga”, diz secretário sobre Lázaro

Metrópoles

Reprodução

1

 

Em coletiva de imprensa na noite da sexta-feira (18/6), o secretário de Segurança de Goiás, Rodney Miranda, comentou as buscas ao maníaco Lázaro Barbosa, 32 anos, que já duram 11 dias. De acordo com o chefe da pasta, a habilidade do criminoso em andar pela mata dificulta o trabalho policial. “Ele está na zona de conforto e continua num plano ensandecido de fuga”, disse.

Rodney Miranda também afirmou achar que homens da Força Nacional não serão mais enviados ao município de Edilândia (GO), onde as buscas ao suspeito se concentram. “Acho que eles não vêm mais”.

Ainda de acordo líder da força-tarefa, Lázaro foi visto novamente, mas conseguiu escapar. “Cheguei a ver o Lázaro a 1 quilômetro de distância. As equipes estão lá”. Rodney destacou que, agora, a coalizão trabalha mais com inteligência do que com número de homens envolvidos na operação. “Agora é mais inteligência do que movimentação”. 

Dez dias de caçada

Após um novo cerco na tarde desta sexta, Lázaro continua solto no 11º dia de fuga. Alguns integrantes das forças policiais ainda estão na mata procurando o suspeito de matar uma família no DF. As buscas se concentram em uma região onde, moradores disseram ter visto Lázaro.

Com o início da noite na sexta, entretanto, muitas unidades retornaram à base montada em Girassol (GO), Entorno do DF, e aguardam novas ordens.

Por volta da 16h, houve uma intensa mobilização policial e um novo cerco a Lázaro foi deflagrado. O Batalhão de Cães da Polícia Militar do Distrito Federal (BPCães) e a tropa de choque da polícia de Goiás se concentraram em uma área de mata, após um morador da região avistá-lo.

“O vizinho viu ele entrando no bananal e, em seguida, a polícia chegou. Minha casa está toda revirada… Porta quebrada, roupa e guarda-roupas roupas revirados. Um queijo foi levado”, afirmou um produtor rural da região.

“Estamos com muito medo agora. Moramos aqui há 20 anos. Vivíamos tranquilos antes disso. A gente espera solução todo dia, reza, pede a Deus que esse caso seja resolvido logo. A gente quer justiça. Isso tira o sono”, disse Sebastiana Aparecida Rodrigues, 65 anos. Da casa dela foi levado um carregador de celular. 

Ferido

Ao que tudo indica, o Lázaro foi baleado em confronto com a coalizão formada para capturá-lo e, desde então, tenta estancar o sangue com torniquete improvisado. “Esse torniquete e esse pano foram encontrados pelos cães. Por isso achamos que ele está amarrando o ferimento, que deve estar sangrando”, disse o secretário de Segurança de Goiás, nessa quinta (17).

Lázaro é suspeito de ter cometido vários crimes no Distrito Federal, incluindo a chacina de uma família, e em outros estados. As polícias do DF e de Goiás montaram uma força-tarefa para encontrá-lo.

Nossas notícias em primeira mão para você! Link do grupo MIDIA HOJE: WHATSAPP



Comente esta notícia