MATO GROSSO, 17 de Junho de 2024

cotações: DÓLAR (COM) 5,38 / EURO 5,76 / LIBRA 6,82

esporte Domingo, 04 de Julho de 2021, 22:14 - A | A

Domingo, 04 de Julho de 2021, 22h:14 - A | A

QUEDA ANUNCIADA

Tiago Nunes não é mais o técnico do Grêmio, que tem Felipão como alvo

Treinador foi demitido neste domingo depois da derrota para o Atlético-GO por 1 a 0, pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro. Felipão diz não ter recebido contato, mas abre as portas: "Minha equipe do coração"

O Globo

Foto: Lucas Uebel / Lucas Uebel/Gremio FBPA

 

Tiago Nunes não é mais técnico do Grêmio. Ele foi demitido neste domingo depois da derrota para o Atlético-GO por 1 a 0, na Arena, pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro. A oficialização foi feita pelo vice-presidente de futebol Marcos Herrmann, que afirmou que a decisão foi feita em comum acordo. 

— Gostaria de fazer uma comunicação. Neste instante, o professor Tiago Nunes deixa de ser nosso treinador. Fizemos isso em comum acordo por conta dos resultados que não atingimos. Gostaria de agradecer a ele, ao Evandro, ao Kelly e ao Pedro pela dedicação no trabalho dentro desses 70 dias. O início foi coroado com dois troféus — declarou o vice-presidente de futebol Marcos Herrmann. 

— Venho neste momento em forma de agradecimento ao presidente Romildo, ao Herrmann, a todos os funcionários. A todas as pessoas envolvidas direta e indiretamente. Aos atletas, que se dedicaram e mostraram lealdade desde que chegamos aqui. Ao torcedor, que mesmo chateado pelo momento ruim que a equipe atravaessa, estão apoiando. O Grêmio é muito grande, é mundial, e vai passar por essa fase ruim — declarou o técnico Tiago Nunes. 

Um dos nomes cotados para assumir o Grêmio é o de Luiz Felipe Scolari, um dos maiores ídolos da história do clube. Porém, o treinador admite que ainda não recebeu contatos oficiais por parte da diretoria gremista. Em entrevista, ele diz que recebeu sondagens de uma seleção da América do Sul, mas abriu as portas para o clube gaúcho.

— Não tenho convite nenhum do Grêmio. Soube agora [da demissão]. Tenho convite de uma seleção da América do Sul. Vinha trabalhando em outra área e pensava em trabalhar fora do país de novo. O Grêmio sempre foi minha equipe do coração, que eu gosto e prazo muito, mas não vou falar sobre algo que não tenho ideia — afirmou Felipão, em entrevista ao programa 'Mesa Redonda', neste domingo. 

Nossas notícias em primeira mão para você! Link do grupo MIDIA HOJE: WHATSAPP



Comente esta notícia