23 de Julho de 2024

cotações: DÓLAR (COM) 5,57 / EURO 6,07 / LIBRA 7,20

política Sexta-feira, 21 de Maio de 2021, 12:39 - A | A

Sexta-feira, 21 de Maio de 2021, 12h:39 - A | A

PEDIU PARA AMIGOS DIVULGAR

Em áudio, assessor culpa Medeiros e Bolsonaro pela própria morte

Assessoria

Reprodução

1

 

Três dias após a morte do assessor parlamentar José Roberto Feltrin, um áudio começou a circular pelas redes sociais, onde o mesmo acusa o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e deputado federal José Medeiros (PODE) como responsáveis pelas mortes por covid-19 no Brasil.  

O áudio divulgado foi feito por Feltrin dias antes de morrer vítima do novo coronavírus. Ele pediu para que fosse divulgado caso não resistisse ao vírus, como de fato ocorreu na última terça-feira (18), quando veio a falecer. Chorando, Feltrin diz que está muito mal e chama Bolsonaro de "capitão bunda suja", o acusando de não ter comprado vacina para "nós".  

O áudio foi enviado ao ex-assessor parlamentar Carlos Naves, que também trabalhava para Medeiros junto com Feltrin. Naves explicou que quando recebeu o áudio, ligou imediatamente para Feltrin, que pediu para que ele divulgasse caso morresse.  

"Eu fiquei vários dias com esse áudio, porque ele é muito forte. O filho dele me procurou porque ele havia pedido isso. E quando mostrei, ele concordou em divulgar", disse Naves.  

"O Feltrin era um cara muito inteligente. Ele já não estava concordando com a postura do Medeiros, mas ficou quieto e em silêncio, foi proibido de comentar as coisas no Facebook. E morreu assim, abandonado", completa.  

Naves ainda disse que a divulgação do áudio não tem nada a ver com o fato de ter sido demitido por Medeiros. "Eu fiz isso porque ele me pediu, apenas isso. O meu problema com o Medeiros está resolvido", pontuou.  

O áudio de José Roberto Feltrin tem viralizado nas redes sociais e gerado polêmico. Isso porque José Medeiros é um dos vice-líderes do governo Bolsonaro na Câmara Federal, e considerado mais fiel bolsonarista de Mato Grosso.  Recentemente Bolsonaro disse em vídeo que apoiará Medeiros para a disputa ao Senado no ano que vem em Mato Grosso.  

Outro lado  

Por meio de nota, a assessoria do deputado disse lamentar que a morte de Feltrin esteja sendo usada politicamente.  

"O deputado federal José Medeiros lamenta que o falecimento do seu assessor, José Roberto Feltrin, esteja sendo usado politicamente de forma desrespeitosa e leviana. 

'A veracidade do áudio é questionada, mas infelizmente o Feltrin não está mais aqui para esclarecer a situação. Nesse momento de dor, esperamos mais empatia e respeito para com a família e amigos'.   

Por fim, o deputado destaca sua atuação no combate à pandemia e aos seus efeitos. Além do seu apoio às medidas que foram implementadas pelo Governo Federal. Entre elas, o auxílio emergencial e o envio de imunizantes e vultosos recursos financeiros para os governos estaduais e municipais".

 

Nossas notícias em primeira mão para você! Link do grupo MIDIA HOJE: WHATSAPP



Comente esta notícia