14 de Julho de 2024

cotações: DÓLAR (COM) 5,43 / EURO 5,93 / LIBRA 7,05

opinião Sexta-feira, 12 de Março de 2021, 16:28 - A | A

Sexta-feira, 12 de Março de 2021, 16h:28 - A | A

OPINIÃO

A Difícil Missão de Ser e Ter Voz Feminina na Política de Mato Grosso

*Gisela Simona

reprodução

 

É de domínio público a informação que o Estado de Mato Grosso se destaca no cenário nacional e mundial por ser rico na sua produção agrícola, atividade econômica que ainda prepondera a liderança de homens no comando e quando falamos de liderança aqui se inclui poder econômico, poder político, poder de mando, ou seja, culturalmente temos um Estado em que as forças do poder e do dinheiro concentra-se majoritariamente nas mãos dos homens. Algum problema com essa constatação? Não, se o reflexo disso não fosse obstáculo para que homens e mulheres em igualdade de condições pudessem ser escutados nas mais diversas áreas da nossa sociedad

Em 2018 tive a oportunidade de entrar na vida política, numa disputa eleitoral, fato inédito na minha vida pessoal, cujo resultado surpreendeu os mais dedicados analistas políticos da nossa região. Afinal, quem era essa mulher, negra, servidora pública, sem parentesco conhecido, que merecia o acolhimento de 50.682 mato-grossenses? A imprensa falava em “fenômeno de votos”.

Tudo tinha sido muito espontâneo. Uma eleição sem planejamento adequado, sem apoio de um nome público, sem investimento financeiro, mas feita com muita verdade, muita esperança na mudança, crença na representação de consumidores cansados de pagar a fatura cara da exploração econômica, de mulheres pretas humilhadas no seu dia a dia e de servidores públicos que não conseguem ver sua representação no parlamento seja estadual ou federal. Foi essa realidade de muitos de nós que meu nome surge na política
mato-grossense e fica cravado na história como a mulher negra com maior número de votos para deputada federal na capital Cuiabá – foram 12% dos votos válidos.

Nesse dia 08 de março é importante falar dessa experiência para que todos saibam das dificuldades, mas também para saber que não é impossível, que quando nós mulheres falamos que podemos estar onde quisermos estar: Podemos sim, estar na política de Mato Grosso, ser e ter a voz de muitas mulheres que não tiveram a mesma oportunidade.

Essa conquista só depende da determinação e coragem que temos para enfrentar todos os obstáculos do dia a dia que nos cercam.

*Gisela Simona – advogada, 1ª suplente de Deputada Federal e 3º lugar nas eleições para Prefeita de Cuiabá-MT em 2020

Nossas notícias em primeira mão para você! Link do grupo MIDIA HOJE: WHATSAPP



Comente esta notícia