14 de Julho de 2024

cotações: DÓLAR (COM) 5,43 / EURO 5,93 / LIBRA 7,05

geral Sábado, 05 de Junho de 2021, 10:12 - A | A

Sábado, 05 de Junho de 2021, 10h:12 - A | A

POLÍCIA

Bope e forças especiais buscam quadrilha que atacou 2 agências bancárias e fez reféns em MT

G1 MT

Uma força-tarefa composta por policiais do Batalhão de Operações Especiais (Bope) e oficiais de grupos especializados faz buscas neste sábado (5) pela quadrilha que atacou duas agências bancárias na sexta-feira (4) em Nova Bandeirantes, cidade localizada a 997 km de Cuiabá no extremo norte do estado, próxima à divisa com Amazonas e Pará. 

De acordo com a Polícia Militar, foram feitas barreiras policiais em toda a região. Fazem parte da operação grupos da Força Tática da PM, Bope, uma aeronave do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer), Gerência de Operações Especiais (GOE), da Polícia Civil, além de policiais do Pará e Amazonas.

 

Imagens mostram moradores feitos de reféns de assaltantes e em cima de caminhonetes em Nova Bandeirantes — Foto: Divulgação
Imagens mostram moradores feitos de reféns de assaltantes e em cima de caminhonetes em Nova Bandeirantes — Foto: Divulgação

 

O prefeito de Nova Bandeirantes, César Augusto Perigo (MDB), disse ao G1 que nunca havia ocorrido um assalto no estilo Novo Cangaço na cidade.

“Nunca vimos isso por aqui. Já houve o registro de um furto há algum tempo, quando entraram em um banco durante a noite e explodiram o caixa eletrônico. Um caso com extrema violência, como o que vimos nesta sexta-feira, nunca aconteceu na cidade”, disse ele.

Aeronave do Ciopaer ajuda nas buscas na mata por assaltantes em Nova Bandeirantes — Foto: Ciopaer
Aeronave do Ciopaer ajuda nas buscas na mata por assaltantes em Nova Bandeirantes — Foto: Ciopaer

 

De acordo com a Polícia Militar, mais de 30 pessoas foram feitas reféns por 10 homens armados e que estavam usando roupas camufladas. Alguns moradores foram colocados nas carrocerias das caminhonetes usadas pela quadrilha.

Ainda segundo o prefeito, o município, que tem 21 mil habitantes, conta com a segurança de seis policiais militares e três policiais civis.

Ele contou que durante o assalto, foram disparados tiros em prédios públicos que ficam ao lado das agências bancárias que foram invadidas. “Atiraram na prefeitura e eu estava lá dentro”, disse.

Duas pessoas foram atingidas por disparos de arma de fogo e foram encaminhadas para o Hospital Regional de Alta Floresta, a 800 km da capital. Não há informações sobre o estado de saúde das vítimas.

Conforme o prefeito, todos os reféns foram liberados e os criminosos, que estão sendo procurados, atearam fogo em dois veículos utilizados na fuga.

No assalto, ao estilo Novo Cangaço, os criminosos renderam clientes e funcionários, utilizando-os como escudo humano em frente à duas agências de crédito.

Neste tipo de crime, os grupos armados costumam atacar os bancos no período noturno, mas, desta vez, o crime aconteceu durante o dia.

Aeronave do Ciopaer ajuda nas buscas por assaltantes em Nova Bandeirantes e polícia faz barreiras — Foto: Ciopaer
Aeronave do Ciopaer ajuda nas buscas por assaltantes em Nova Bandeirantes e polícia faz barreiras — Foto: Ciopaer

 

Em nota, a Sicredi informou que foram levados valores, mas sem detalhar a quantia total. Segundo a rede de crédito um vigilante da unidade também foi levado refém pelos assaltantes, mas acabou liberado.

Em função do assalto, ainda de acordo com a Sicredi, o prédio ficou danificado e permanecerá fechado até que os reparos sejam feitos. A data de reabertura ainda será comunicada.

Nossas notícias em primeira mão para você! Link do grupo MIDIA HOJE: WHATSAPP



Comente esta notícia